Legends of Tomorrow | Produtor fala sobre a chocante morte de herói no segundo episódio

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Atenção para spoilers da série!

O segundo episódio de Legends of Tomorrow, exibido na noite desta quinta (28) nos EUA, surpreendeu ao matar um dos seus heróis principais.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No episódio, que serviu como uma continuação direta dos eventos do piloto, Vandal Savage (Casper Crump) tem êxito no seu objetivo de matar Carter Hall/Gavião Negro (Falk Hentschel), separando mais uma vez o herói da sua alma gêmea Kendra Saunders/Mulher-Gavião (Ciara Renee) – ambos são deuses amaldiçoados com o poder da reencarnação.

Em entrevista à Variety, o produtor executivo Marc Guggenheim justificou essa decisão dolorosa e ousada de matar um dos personagens centrais logo no começo.

“A primeira coisa que estávamos pensando era como estabelecer rapidamente as apostas da série, particularmente quando você tem todas essas pessoas tão poderosas. Mas a ideia de perder um deles falou mais alto pra gente”.

“É sempre uma decisão baseada em qual história vai render mais”, continuou. “E a ideia de Kendra perder a pessoa que estava ajudando a guiá-la através desta nova experiência de ser uma semideusa gavião reencarnada, tirar esse sistema de suporte dela… Nós percebmos que, quando surge uma ideia que faz nos questionar ‘ah, mas isso pode acontecer, aquilo pode acontecer, etc’, é quando nós sabemos que se trata da ideia certa”.

O Gavião Negro até pode estar morto, mas Legends of Tomorrow é uma série de viagem no tempo. Então logo se cogita a possibilidade do personagem retornar do mundo dos mortos. O produtor, no entanto, esclarece:

“A questão é que Carter não ressuscita, ele reencarna, e quando você reencarna, você volta como um bebê. Você não viu Falk Hentschel pela última vez, mas ao mesmo tempo, não vamos mostrar o bebê Falcão na série”, prometeu, dando risada.

Mesmo indicando a possibilidade da volta do personagem, Guggenheim salienta que o Carter que conhecemos realmente se foi.

“No episódio 3 afirmamos muito claramente que não podemos voltar no tempo e simplesmente salvar a vida de Carter, porque isso seria muito conveniente, e além disso, francamente, perderia o sentido de matar o personagem em primeiro lugar. Então vamos deixar as regras muito claras”.

Crítica | Legends of Tomorrow não funciona como deveria

A série derivada de Arrow e The Flash começa no ano de 2166, onde o vilão imortal Vandal Savage (Casper Crump) está próximo de sua vitória final: caos completo e a irremediável destruição da humanidade. Enquanto o mundo despenca, o Mestre do Tempo Rip Hunter (Arthur Darvill) toma uma decisão arriscada: ele viaja 150 anos no passado para formar um grupo de heróis e vilões cuidadosamente selecionados para derrotar Savage.

Juntos, esse grupo improvável irá tentar parar um dos vilões mais formidáveis de todos os tempos, enquanto devem aprender não só a como ser uma equipe, mas também como serem heróis.

O grupo é formado por Mulher-Gavião (Renée), Jay Jackson/Nuclear (Franz Drameh), Dr. Martin Stein (Victor Garber), Canário Branco (Caity Lotz), Átomo (Brandon Routh), Capitão Frio (Wentworth Miller) e Onda Térmica (Dominic Purcell).

Greg Berlanti (The Flash, Arrow), Marc Guggenheim (Percy Jackson e o Mar de Monstros), Andrew Kreisberg (The Flash, Warehouse 13) e Sarah Schechter (The Flash) servem como produtores executivos desta nova série da DC Comics.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio