Lost | Netflix corta episódio final e gera revolta de produtor da série

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Seis anos após seu término, Lost ainda está dando aos fãs um novo mistério…

Um usuário do fórum Reddit percebeu que o episódio final de duas partes foi disponibilizado pela Netflix com 18 minutos a menos de duração do que os 104 minutos da versão que foi ao ar em 2010 na TV americana.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os minutos cortados no final de Lost acabaram chamando a atenção do produtor principal da série, Damon Lindelof. Em entrevista ao site EW, ele se mostrou perplexo com a possível edição feita pela Netflix:

“Estou totalmente chocado com tudo isso. Amem ou odeiem, o final que foi ao ar definitivamente é o final, e alterá-lo de qualquer forma desafia a explicação. Algo me diz que isso não é culpa da Netflix… Acredito sinceramente que foi um erro, uma falta de comunicação. Eu me lembro que a ABC [canal de exibição de Lost] teve que editar o episódio para as reprises e para se encaixar no formato tradicional [de 42 minutos, com comerciais], e de alguma maneira essa versão erroneamente foi enviada para a Netflix. Mas como a série continua em DVD e na Netflix, não há motivo nenhum para haver uma versão mais curta da série”.

Alguns usuários norte-americanos da Netflix, no entanto, estão reclamando que o final não seria o único dos episódios de Lost a ter duração menor do que os exibidos originalmente.

Ainda sobre o derradeiro episódio, Lindelof disse que não tem intenção de fazer uma reedição ou versão do produtor, se mantendo firme e forte contra as críticas ao final da série.

“Nós continuamos apoiando esse final, mas esse erro [da Netflix] precisa ser corrigido para ao menos as pessoas poderem amá-lo ou odiá-lo em sua totalidade”.

A rede de streaming ainda não se pronunciou sobre a controvérsia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio