A nova série de TV de Star Trek só chegará aos EUA em janeiro de 2017, pouco mais de um ano após ser anunciada, mas o adiamento tem um motivo. Durante uma reunião com investidores, o presidente do canal CBS, Les Moonves, explicou que um acordo com o estúdio Paramount impede que a atração seja lançada antes do novo filme da saga, Star Trek: Sem Fronteiras.

Segundo o executivo, o contrato exige que a nova série mantenha um distanciamento dos filmes de Star Trek, por isso só pode começar a ser exibida apenas seis meses depois da estreia de Star Trek 3; tudo isso “para não causar confusão na cabeça dos fãs”, acrescenta Moonves.

Bryan Fuller, criador de Hannibal, servirá como showrunner da série de Star Trek, cuidando do dia a dia da atração. Fuller já adquiriu experiência na franquia após ter escrito episódios de Star Trek: Voyager e Star Trek: Deep Space Nine.


A produção ficará a cargo de Alex Kurtzman, que coescreveu e produziu os dois últimos filmes de Star Trek. Kurtzman assinará a produção executiva ao lado de Heather Kadin.

“Não há momento melhor para dar aos fãs de Star Trek uma nova série do que perto do aniversário de 50 anos do programa original”, disse o presidente do CBS Studios, David Stapf, que ficará responsável pela série. A franquia comemora seu cinquentenário no final de 2016.

“Todo mundo tem um grande respeito pela franquia e nós estamos animados de lançar este novo capítulo dela na televisão através da mente criativa e mãos hábeis de Alex Kurtzman, alguém que conhece esse mundo e seu público intimamente”, acrescentou o executivo.

O reboot de Star Trek na TV introduzirá novos personagens, mas que continuarão procurando novos mundos e novas civilizações, enquanto vai explorar temas contemporâneos, seguindo a mesma linha da série original dos anos 60.

Por enquanto, não há mais detalhes sobre o projeto, que no momento busca por roteiristas.

O piloto do reboot televisivo de Star Trek irá ao ar exclusivamente pelo canal americano CBS. Os próximos episódios depois serão exibidos no serviço de streaming da emissora, o CBS All Access. Ainda não há informações se ou como a atração chegará no restante do mundo.

Exibida entre 1966 e 1969, a série original de Jornada nas Estrelas teve três temporadas e 80 episódios produzidos, originando depois quatro séries derivadas.

Na metade deste ano, será lançado o terceiro filme da nova trilogia, Star Trek Beyond. O quarto filme deve chegar aos cinemas em 2019.