The 100 | Ator revela que deixou a série porque sofria bullying de produtor

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em uma entrevista ao site AfterBuzzTV, o ator Ricky Whittle, que interpretava o personagem Lincoln em The 100 – até sua morte, no episódio do último dia 31 de Março – revelou que foi sua escolha sair da série, mas apenas porque essa era sua única opção.

“No começo da temporada, Lincoln tinha toda uma trama que foi sumariamente cortada pelos roteiristas”, disse. “Jason Rothenberg [produtor da série e principal roteirista] abusou sua posição de poder para fazer o meu trabalho insustentável. O que ele fez é nojento e ele deveria estar envergonhado nesse momento”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ator acusou o produtor de fazer “bullying profissional” ao cortar várias falas, tramas e desenvolvimentos do personagem, tornando-o virtualmente supérfluo para a série. Whittle, que assumirá o papel principal de American Gods, vindoura série de Starz baseada na obra de Neil Gaiman, ainda criticou outros aspectos da série.

Ele disse que Lexa, a personagem cuja morte enfureceu os fãs ao cortar uma subtrama que trazia à luz mais uma personagem lésbica e forte na TV, era “incrível demais para ser atingida por uma bala perdida”, e que transformar o personagem Pike em um vilão “tirou um pouco da sua complexidade”.

Após saída de personagem, fãs se revoltam e pedem cancelamento da série

O ator encorajou os fãs a continuarem a assistir a série, no entanto, mesmo à luz da campanha #CancelThe100, que surgiu logo após a morte de Lexa. “Nós temos uma protagonista bissexual (Clarke), temos muitos personagens negros em posições de poder, temos mulheres poderosas. Essa série tem tudo, então continuem com ela. Continuem com os meus amigos nela”, declarou.

O produtor Rothenberg liberou uma declaração desejando sorte para o ator no futuro de sua carreira e o agradecendo pelo seu trabalho durante o tempo que ficou em The 100, mas não comentou as acusações.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio