Em entrevista à Entertainment Weekly, Colton Haynes, o intérprete de Roy Harper/Arsenal em Arrow, assumiu abertamente sua homossexualidade pela primeira vez.

Segundo o ator, se “esconder no armário” lhe trouxe um quadro clínico de ansiedade, que também o obrigou a se afastar da série. “As pessoas não fazem ideia do que é viver 24 horas por dia fingindo ser algo que você não é. É a coisa mais exaustiva do mundo. Eu ia para casa e continuava atuando”.

Haynes acrescentou que chegou a ser aconselhado por seu empresário a manter sua condição sexual em segredo para “não prejudicar sua carreira”. Mas o ator repensou a ideia e decidir abrir o jogo em função de sua saúde.


Colton Haynes revelou ainda o que motivou sua saída de Arrow há um ano. “Eu pedi para sair porque me importava mais com minha saúde física e mental do que com minha carreira na época”, confessou. “Eu tive ansiedade a minha vida inteira. Cheguei a ficar fisicamente doente, desmaiar por isso. Eu tenho 27 anos e uma úlcera. Eu tive que pisar no freio”.

Depois de voltar para uma participação especial na atual temporada, em abril, o ator agora declara estar apto à retornar ao elenco fixo de Arrow, caso a produção da série o queira de volta.

“Trabalhar para Greg [Berlanti, produtor executivo] foi a maior experiência da minha vida, e quando ele me convidou para Arrow, foi um novo começo para mim. Eu adoraria fazer mais episódios. Eles sabem que eu amo a série. Eu voltaria sem pestanejar”.

Duelo entre personagens termina em morte no episódio da semana

Arrow vai ao ar no Brasil pelo canal pago Warner.