House of Cards | Robin Wright exige pagamento igual ao de Kevin Spacey

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Muito como sua personagem em House of Cards, Robin Wright (Claire Underwood) não está disposta a ser menos valorizada que seus colegas homens de profissão – em entrevista ao Huffington Post, a atriz confessou que teve que exigir ao Netflix pagamento igual ao de seu companheiro de cena, Kevin Spacey (Frank).

House of Cards é um paradigma perfeito. Em poucas séries o personagem masculino e a personagem feminina são tratados como co-protagonistas, de forma igual, e em House of Cards eles são”, refletiu a atriz. “Eu olhei para as estatísticas, e em certos momentos das temporadas Claire era tão ou mais popular entre os fãs do que Frank. Então eu vi a oportunidade de capitalizar em cima disso. Eu disse que era melhor eles me pagarem o mesmo que Kevin, ou eu iria à público falar sobre isso”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz ainda falou sobre a forma como seus filhos e sua família foram prioridades por um tempo, fazendo com que sua carreira após os anos 90 andasse em marcha mais lenta. “Como eu não estava trabalhando o tempo todo, meu salário não foi aumentando. Se você não está em evidência o tempo todo, você não tem o valor para Hollywood que alguém como Nicole Kidman e Cate Blanchett, que estavam lançando 4 filmes por ano enquanto eu cuidava da minha família, tem”, disse Wright. “Agora eu estou meio que fazendo um revival da minha carreira, aos 50 anos [risos]”.

Frank Underwood ri da crise envolvendo Dilma e Lula

O quarto ano de House of Cards foi disponibilizado em 4 de março pela Netflix. A série já foi renovada para uma quinta temporada, que será lançada em 2017, sem o comando do criador e showrunner Beau Willimon.

Crítica | Quarta temporada chega refletindo atual política americana

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio