Publicidade

House of Cards | Robin Wright exige pagamento igual ao de Kevin Spacey

Publicado por Caio Coletti

18/05/2016 13:40

Muito como sua personagem em House of Cards, Robin Wright (Claire Underwood) não está disposta a ser menos valorizada que seus colegas homens de profissão – em entrevista ao Huffington Post, a atriz confessou que teve que exigir ao Netflix pagamento igual ao de seu companheiro de cena, Kevin Spacey (Frank).

House of Cards é um paradigma perfeito. Em poucas séries o personagem masculino e a personagem feminina são tratados como co-protagonistas, de forma igual, e em House of Cards eles são”, refletiu a atriz. “Eu olhei para as estatísticas, e em certos momentos das temporadas Claire era tão ou mais popular entre os fãs do que Frank. Então eu vi a oportunidade de capitalizar em cima disso. Eu disse que era melhor eles me pagarem o mesmo que Kevin, ou eu iria à público falar sobre isso”.

A atriz ainda falou sobre a forma como seus filhos e sua família foram prioridades por um tempo, fazendo com que sua carreira após os anos 90 andasse em marcha mais lenta. “Como eu não estava trabalhando o tempo todo, meu salário não foi aumentando. Se você não está em evidência o tempo todo, você não tem o valor para Hollywood que alguém como Nicole Kidman e Cate Blanchett, que estavam lançando 4 filmes por ano enquanto eu cuidava da minha família, tem”, disse Wright. “Agora eu estou meio que fazendo um revival da minha carreira, aos 50 anos [risos]”.

Frank Underwood ri da crise envolvendo Dilma e Lula

O quarto ano de House of Cards foi disponibilizado em 4 de março pela Netflix. A série já foi renovada para uma quinta temporada, que será lançada em 2017, sem o comando do criador e showrunner Beau Willimon.

Crítica | Quarta temporada chega refletindo atual política americana

Publicidade