Presidente de emissora americana se defende de acusações de pouca diversidade em séries

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O presidente da CBS, Glenn Geller, uma das maiores emissoras abertas americanas, se viu na posição de defender as novas séries do canal para a temproada 2016/17, acusadas de conterem pouca diversidade em seus elencos.

MacGyver e Dia de Treinamento estão entre as novas séries da CBS

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Nós somos a emissora de Madam Secretary, 2 Broke Girls e Mom. Nós temos muitas protagonistas mulheres, e um ótimo equilíbrio”, disse Geller. No entanto, 7 das 8 novas séries da CBS são protagonizadas por homens, e 6 dessas por homens brancos.

O presidente citou a única série com protagonista feminina da próxima temporada como um exemplo positivo: Doubt, um drama de tribunal, é estrelado por Katherine Heigl (Grey’s Anatomy) e pela atriz transgênero Laverne Cox (Orange is the New Black).

“Eu acho isso fenomenal”, disse Geller sobre a escalação de Cox, primeira atriz trans a aparecer no elenco de uma série de TV abertura. “Acho que estamos definitivamente no caminho certo”.

Segundo o The Hollywood Reporter, das 42 novas séries anunciadas pelas emissoras abertas americanas, só 13 contem protagonistas diversos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio