Michael Gans e Richard Register, os novos showrunners de Scream, série baseada na franquia Pânico, deram entrevista à Entertainment Weekly para falar da chocante primeira morte da temporada. Leia os parágrafos a seguir apenas se tiver assistido o primeiro episódio.

Jake (Tom Maden) encontrou seu fim nas mãos do novo assassino, que também sabe do segredo sujo de Audrey (Bex Taylor-Klaus), que trabalhou com Piper na temporada passada para ajudá-la nos assassinatos.

“Nós queríamos que a primeira morte fosse alguém com o qual o público se importasse”, comentou Gans. “Sim, sempre para histórias que vão continuando de temporada em temporada você quer dar um choque nos personagens, como um botão de reiniciar. Acho que a morte de Jake fez isso”, concluiu Register.


“Há uma razão pela qual Jake morreu primeiro. A forma como isso vai impactar os personagens vai se desenvolver de um jeito bonito durante a temporada”, continuou Gans. “Nós estamos brincando com a estrutura do filme de terror, porque os personagens não vão descobrir sobre esse assassinato imediatamente, no primeiro ato. Eles vão ir descobrindo aos poucos”.

Falando sobre o impacto da morte de Jake sobre Brooke (Carlson Young), os showrunners elogiaram a atuação da moça nessa temporada. “O mundo da Brooke vai virar de cabeça para baixo, porque ela não está acostumada a ser atacada nesse nível pessoal”, disse Gans. “Ela está acostumada a ser atacada fisicamente, quase morrer, mas não isso. Viver com a perda de Jake é bem mais difícil, quando ela descobre. Ela foi a última pessoa a ver Jake antes dele morrer, e eles tiveram uma discussão. Então o que você tem que perguntar é se não tem algo psicótico por trás disso”.

Já sobre a nova arma do assassino, uma enorme foice, os produtores disseram que a escolha tem a ver com encenação. “Há uma raiva enorme por trás dessa escolha, uma declaração mais intensa de que o que ele, ela ou eles estão fazendo não vai ser ignorado ou colocado para baixo do tapete”, disse Gans. Register acrescentou que a foice não vai ser sempre a arma de escolha do assassino dessa temporada.

Outra personagem que não deve passar por bons momentos esse ano é Audrey, visto que o novo assassino sabe de sua conexão com Piper, a culpada da temporada anterior. “Ela vai passar por um triturador de carne nessa temporada [expressão americana para passar por ‘momentos difíceis’]. Figurativamente e talvez literalmente também”, riu Gans.

Enquanto isso, Emma parece ter tido pesadelos com um celeiro que será parte importante dessa temporada. “Nós teremos alguns flashbacks para explicar a conexão de Emma com aquele lugar. Ele é parte importante da trama. Estamos escrevendo algo para o finalzinho da temporada sobre isso”, garantiu Gans.

Isso significa, é claro, que a mãe de Emma tem ainda mais segredos do que imaginávamos. Resta esperar o próximo episódio para saber.