A Variety fez um levantamento entre os showrunners de novas séries de TV anunciadas pelas cinco principais emissoras abertas americanas (ABC, CBS, NBC, Fox, CW), e descobriu que o avanço em direção à diversidade na frente das câmeras não é propriamente refletido atrás delas.

90% dos showrunners selecionados pelas emissoras para suas novas séries são brancos, e quase 80% são homens. A Variety ressaltou que quatro das novas séries (duas da NBC e duas da ABC) ainda não definiram showrunner, e que os gêneros e etnias dos nomes fornecidos pelas emissoras foi verificado com múltiplas fontes pela própria Variety.

Problemas com Ghibli e Tarantino sublinhas desigualdade de gênero em Hollywood


Dos 50 showrunners pesquisados pelo site, 45 são brancos, e entre os cinco negros apenas duas são mulheres. Outras 9 mulheres completam o quadro feminino de showrunners, um número pouco significativo frente aos 39 homens que ainda dominam a agenda das emissoras para a próxima temporada de TV.

A Variety ainda sublinhou que o trabalho de showrunner não implica apenas ter a última palavra na hora de decidir o caminho para o qual a narrativa da série vai seguir, como também contratar, demitir e servir como mentor para os outros profissionais trabalhando na produção da série.