BoJack Horseman | Criador conta que Netflix ficou nervosa com humor negro da série

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O criador de BoJack Horseman, Raphael Bob-Waksberg, falou sobre os receios da Netflix quando ao humor negro de sua série em um artigo especial para a Entertainment Tonight onde escolhia seu episódio favorito da série até agora.

O episódio em que a gata Princesa Caroline, agente e ex-namorada do protagonista-título, encara a tristeza de sua vida em seu aniversário de 40 anos foi o eleito pelo autor, que disse que a Netflix ficou apreensiva com o conteúdo sombrio e deprimente do episódio.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Houve bastante debate para decidirmos o quão sombria essa série poderia ser. Ela é só uma comédia? Ela é só sobre BoJack? Originalmente, havia menos BoJack nesse episódio, e uma das formas com as quais convencemos a Netflix foi trazer BoJack de volta para mais algumas cenas no episódio, porque ele traz o humor”, comentou Waksberg.

“Mas sim, discutimos bastante, porque o episódio mostra que BoJack não é só um cretino engraçado que consegue fazer tudo o que quer, ele machuca as pessoas de verdade. Nós queremos realmente mostrar esse lado dele? Acho que a série é melhor porque resolvemos mostrar”, concluiu.

BoJack Horseman | Veja o trailer da terceira temporada

Voltada para o público adulto, a animação gira em torno do cavalo BoJack (dublado por Will Arnett), que foi astro de uma sitcom dos anos 1990 chamada “Horsin’ Around”. Tentando superar seus relacionamentos fracassados, a baixa autoestima e sua dependência do álcool, BoJack decide retomar a carreira, com a ajuda do humano Todd (voz de Aaron Paul) e da gata Princesa Caroline (Amy Sedaris), sua agente e ex-namorada.

BoJack Horseman, a primeira série animada original da Netflix, volta para sua terceira temporada dia 22 de julho.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio