Publicidade

Luke Cage | Criador e protagonista falam de relevância política do personagem na Comic-Con

Publicado por Caio Coletti

21/07/2016 17:53

Mike Colter e o criador Cheo Hodari Coker falaram com a Entertainment Weekly na Comic-Con 2016 sobre a relevância política do personagem Luke Cage, que os dois adaptaram para a Netflix.

“Nós nunca tivemos um cara negro que seja a prova de balas”, contou Coker. “É só você olhar para como isso iria afetar qualquer vizinhança, como isso mudaria o trabalho da polícia e dos criminosos. É como se a entrada de Luke nessa vizinhança mudasse toda a ecologia dela”.

“É um mundo bem diferente que retratamos”, comentou Colter. “Tem o seu próprio sabor, o seu próprio sentimento, as pessoas são diferentes, a cultura é diferente, há uma certa musicalidade nela. Eu acho que trazer a série para o Harlem mudou muita coisa”.

Luke Cage | Veja o pôster da série para a Comic-Con

O painel da série no evento acontecerá mais tarde hoje, dia 21, e estarão presentes o protagonista Mike Colter, os produtores/showrunners Cheo Hodari Coker e Jeph Loeb, e os coadjuvantes Alfre Woodward, Mahershala Ali, Theo Rossi, Frank Whaley e Simone Missick.

Luke Cage chegará ao serviço de streaming mundialmente no dia 30 de setembro. A primeira temporada contará com 13 episódios, sendo os dois primeiros dirigidos por Paul McGuigan (de Victor Frankenstein e da série Sherlock).

Luke Cage fará muitas coisas fantásticas na série, segundo ator

Depois de um experimento sabotado lhe dar superforça e pele indestrutível, Luke Cage (Mike Colter), já introduzido na série Jessica Jones, torna-se um fugitivo tentando reconstruir sua vida no bairro de Harlem, em New York. Mas logo ele é arrastado para fora das sombras e tem que lutar uma batalha pelo coração de sua cidade, que o força a confrontar um passado que ele tinha tentado enterrar.

Série do Luke Cage será intensa e sombria, diz Mike Colter

Conheça os personagens da série

Além de Luke Cage, a próxima série da parceria Marvel/Netflix será Punho de Ferro – todos os heróis depois se reunião na minissérie Os Defensores, uma versão em escala menor de Os Vingadores.

Publicidade