Em nova entrevista com o The Hollywood Reporter, Ruan Murphy conversou sobre o segundo ano de American Crime Story e como ele vai abordar a tragédia do furacão Katrina, ocorrida em New Orleans (EUA), em 2005.

“Essa é uma tragédia incrível que você mal pode acreditar que aconteceu no nosso país quando lê sobre isso. E nós vamos seguir vários personagens em uma temporada de 13 a 15 episódios, então bem grande, cada episódio com um tema, entrando na psique de um personagem importante nessa história – pessoas que todos nós conhecemos na vida pública. Não queremos que nossa série seja sobre casos banais, mas casos que mudaram a história e fizeram a diferença. Não vai ser sobre só o que aconteceu, mas histórias heroicas de sobrevivência. É uma ferida muito recente, mas estamos confiantes e pesquisamos muito”, comentou.

Emmy 2016 | Indicados quebram recorde de diversidade


American Crime Story discute tensão racial e vai além do caso O.J. Simpson na estreia

A primeira temporada da série acompanhou a história do ex-jogador de futebol O.J. Simpson (Cuba Gooding Jr.), acusado de matar sua ex-esposa e o amigo dela em 1994. Os episódios mostrarão os bastidores do julgamento de Simpsons, através do ponto de vista dos promotores e advogados envolvidos no caso.

Os roteiristas Scott Alexander e Larry Karaszewski conduzem a série. Com a mesma proposta de American Horror Story, Crime Story trará uma história diferente a cada temporada, sempre abordando crimes reais.