Apesar do clamor dos fãs, que celebraram o trabalho de Miguel Sapochnik em “Battle of the Bastards” e “Hardhome”, dois dos mais violentos e elogiados episódios das últimas temporadas de Game of Thrones, o cineasta não deve retornar para a sétima temporada, e agora explicou por que.

Em entrevista com a Entertainment Tonight, Sapochnik disparou: “Eu tenho um filho de 3 anos e meio que quero ver crescer, e uma família que não em vê a muito tempo. A resposta do público aos meus episódios desse ano foi incrível, foi excitante e me trouxe um novo senso de humildade, porque estou trabalhando há muito tempo”.

O diretor, que recorreu à TV após fracassar no cinema com O Resgate de Órgãos (2010), se diz contente com o rumo que sua carreira tomou. “Aprendi mais em cinco anos dirigindo televisão do que aprenderia em 10 no cinema. E se não tivesse que recorrer a TV, nunca teria dirigido Game of Thrones, então tudo deu certo”, disse.


10 previsões e possibilidades para a sétima temporada

Recentemente a HBO confirma que a oitava temporada será a última da série – leia aqui – mas não descartou uma série derivada.

Criadores já sabem como a série termina

Fala Série! | Game of Thrones é mais fascinante que suas estratégias de choque

GOTAinda não conhece Game of Thrones e quer começar a acompanhar essa história que fascinou o mundo e se tornou um dos maiores sucessos da TV na atualidade. Leve para casa o box especial com as 5 primeiras temporadas para você assistir tudo, quando e onde quiser. CLIQUE AQUI e garanta já o seu!