A TV estatal egípcia suspendeu oito de suas apresentadoras mulheres por estarem “acima do peso”, segundo a BBC.


“Isso deve soar o alarme para todos apresentadores de TV de que precisam prestar atenção à sua aparência, incluindo seu peso corporal. Este é o começo de um plano para aplicar disciplina e regulamentos desenvolvidos para restaurar a linda imagem de todas as estações oficiais de TV”, disse o representante da União de Rádio e Televisão Egípcia, responsável pelas suspensões.

As apresentadoras teriam um mês para adquirir uma “aparência apropriada” e voltarem ao ar.




“É humilhante e escandaloso”, disse a apresentadora suspensa, Khadija Khattab, para um jornal local. “Estão tentando se livrar das apresentadoras bem sucedidas e reter apenas aquelas com os programas que não têm conteúdo forte”, acusou.

Em abril deste ano, a ex-âncora de TV assumiu a direção da União de Rádio e Televisão Egípcia e prometeu que deixaria a emissora mais competitiva. As suspensões estão sendo apontadas como parte do plano da diretora de transformar a imagem das emissoras.

Grupos pelos direitos das mulheres condenaram a ação pelo seu sexismo, notando ainda que apenas mulheres foram suspensas e que isso fere os direitos constitucionais das apresentadoras.