Como parte da comemoração dos 50 anos de Star Trek nesta quinta-feira (08), a Variety falou com vários membros do elenco e pessoas ligadas à franquia, perguntando-os qual seu episódio favorito da série clássica. Confira as respostas.

“Meu favorito é ‘Spock’s Brain’ (3×01) – não porque é bom, pelo contrário, mas porque é um exemplo de que ótimos atores fazem qualquer m*rda funcionar. O elenco fez esse roteiro ridículo funcionar na base da força de vontade, e isso me faz orgulhoso de ser um ator”, disse John Lancie, o Q de Star Trek: A Nova Geração.

“Eu amo o episódio que tem Frank Gorshin com uma maquiagem ‘meio branca’ e ‘meio negra’, porque acho que é um exemplo tão bom da forma como Gene Roddenberry fazia comentário social. É um episódio chamado ‘Let That Be Your Last Battlefield’ (3×15)”, escolheu Jonathan Frakes, o Will Riker de A Nova Geração.


“Eu amo ‘The Paradise Syndrome’ (3×03). Lembro de gostar quando foi lançado, mas percebi aos poucos o quanto ele foi influente na forma como eu escrevo, e nos clichês da ficção científica em geral”, comentou Morgan Gendel, atualmente produtor de The 100 e ex-roteirista de A Nova Geração.

“‘Amok Time’ (2×01), porque foi meu primeiro episódio, e porque como todos os melhores, ele ensina verdades universais: que emoções sufocadas irão aparecer, que amizade é o melhor remédio, e que vulcanos são muito safados”, riu o roteirista Alex Kurtzman, que escreveu e produziu os últimos filmes da franquia.

“Eu adoro ‘The Conscience of the King’ (1×13), especialmente porque pega todo o subtexto shakesperiano da série e coloca em evidência. É um episódio incomum, e eu gosto disso”, escolheu Ronald D. Moore, que passou por várias das séries da franquia como roteirista.

“‘Charlie X’ (1×02) é meu preferido como atriz, talvez porque eu pude cantar nele, e música sempre foi minha primeira paixão. É uma bela canção sobre Spock”, disse Nichelle Nichols, a Uhura original.

“‘The Trouble with Tribbles’ (2×15). Eu não vi todos os episódios da série original até hoje, mas esse é impossível não amar. É um episódio muito fofo e exatamente o que meu eu de 7 anos de idade queria ver na TV”, contou Jeri Ryan, de Star Trek: Deep Space Nine.

“Vou trapacear e escolher dois: ‘The Doomsday Machine’ (2×06) e ‘A Taste of Armageddon’ (1×26). Ambos os episódios mostram os perigos de uma guerra que foge do controle”, comentou Wil Wheaton, de A Nova Geração.

Roteirista dos filmes antigos escreverá episódio da nova série

Nova série terá protagonista feminina e personagem gay

O reboot de Star Trek na TV, Star Trek: Discovery, introduzirá novos personagens, mas que continuarão procurando novos mundos e novas civilizações, enquanto vai explorar temas contemporâneos, seguindo a mesma linha da série original dos anos 60. O novo seriado será o primeiro de Star Trek a entrar em produção desde o final de Enterprise, em 2005.

Veja a primeira imagem da Enterprise da nova série

Star Trek: Discovery irá ao ar primeiro pelo canal americano CBS. Os próximos episódios depois serão exibidos no serviço de streaming da emissora, o CBS All Access, e também pela Netflix.

Veja primeiro teaser da série de TV

Em 1º de setembro, foi lançado o terceiro filme da nova trilogia, Star Trek: Sem Fronteiras. O quarto filme deve chegar aos cinemas em 2019.