Sarah Jessica Parker, que retorna à TV neste domingo (09) em Divorce, conversou com o Nerdist sobre seu papel clássico em Sex and the City, e contou sobre uma teoria maluca que formulou em sua cabeça: a de que as amigas de Carrie, sua personagem, eram imaginárias.

“Eu sempre me perguntei que Samantha, Charlotte e Miranda eram reais. Se não era apenas a coluna de Carrie, porque elas são personagens arquetípicas tão perfeitas. Se eu estivesse escrevendo uma coluna sobre políticas sexuais e observações sobre relacionamentos entre homens e mulheres, eu escolheria esses arquétipos”, comentou a atriz.

“Eu escolheria esses arquétipos e começaria a complicá-los, como qualquer escritor faria, então não tenho certeza de que elas são reais”, concluiu.


Sex and the City pode voltar à TV, diz Sarah Jessica Parker

Sex and the City ficou originalmente no ar entre os anos 1998 e 2004, tendo seis temporadas produzidas. A série foi revivida nos cinemas em 2008 e acompanhada por uma sequência em 2010. Ambos os filmes arrecadaram mais de US$700 milhões pelo mundo.

Sex and the City 3 não está acontecendo, diz Sarah Jessica Parker