The Walking Dead não diminuirá o nível de violência, dizem produtores

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Parece que o tom de violência em The Walking Dead não vai mudar. Quem garante é o showrunner Scott Gamble e o produtor executivo Greg Nicotero.

Em entrevista à EW, os dois justificaram o terror causado nos personagens no início da sétima temporada. “A violência no primeiro episódio teve uma razão”, dise Gamble. “Os horrores que aconteceram com os personagens foi bem específico para o episódio para o começo de uma nova história. Não acho que seja o nível de violência necessário para toda a série. Deve ser específico para a história e ter uma razão, e nós tínhamos o propósito de traumatizar aqueles personagens a um ponto que talvez eles nunca consigam ficar calmos novamente. Esse era, óbvio, o objetivo de Negan”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Já Nicotero é categórico ao negar que o tom dos episódios tenha diminuído pelo apelo dos fãs. “Não. Por mais brutal que tenha sido o primeiro episódio, isso (a violência) faz parte da nossa bíblia de como contar nossa história. Acho que nós não teríamos feito diferente. Nós nunca vamos recuar. Há uma clara diferença entre a violência contra zumbis e a violência contra humanos, mas tudo isso faz parte da nossa história”.

The Walking Dead retorna dia 12 de Fevereiro com episódios inéditos da sétima temporada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio