Brian J. Smith, o intérprete de Will Gorski em Sense8, falou sobre a saída de uma das criadoras da série, Lilly Wachowski, em entrevista ao Digital Spy.

Lilly, que cocriou a atração ao lado da irmã Lana, se assumiu como transexual em março do ano passado, e posteriormente decidiu se afastar das funções de roteirista, diretora e produtora da série da Netflix. “Lily precisou de um tempo para se tornar quem ela é, e ela precisava fazer isso longe dos holofotes”, disse Smith, que continuou justificando a decisão de Lilly.

“Nós viajamos muito por causa da série, é fisicamente muito exigente, e é difícil um se afastar do outro, porque vamos a todas estas cidades e fazemos muito barulho! Eu acho que Lilly precisava se privar por um tempo e realmente se tornar ela mesma – e então Lana escreveu toda esta temporada praticamente sozinha, e também dirigiu praticamente cada cena da nova temporada, exceto algumas vezes, quando seu pai esteve doente”, explicou.


O ator também falou sobre as dificuldades e desafios de filmar a segunda temporada de Sense8:

“Este ano serviu como um julgamento para muitos de nós em momentos diferentes, mas olhando para trás, eu certamente mal posso esperar para fazer tudo novamente, se chegarmos a uma terceira temporada. Você raramente tem esse tipo de experiência na vida, onde ela simplesmente leva você para o próximo nível”.

A nova temporada de Sense8 vai chegar à Netflix no dia 5 de maio deste ano.

Artigo | Por que o sexo na série é arte, e não putaria