Black Mirror | Conto inédito sobre masoquismo futurista será adaptado na 4ª temporada

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um antigo conto do ilusionista Penn Jillette, que permanece inédito por quase quatro décadas, será adaptado na quarta temporada de Black Mirror.

Através de um podcast, Jillette relatou que, em 1981, estava doente em um hospital público da Espanha. Como ele não falava espanhol, a barreira linguística dificultou a comunicação com os médicos, que não conseguiram dar o diagnístico. Foi assim que a história começou a germinar.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Durante aquele período, eu tive uma ideia para um conto chamado ‘The Pain Addict’ (ou ‘O Viciado em Dor’). Eu estava criando um futuro onde você poderia colocar um dispositivo na cabeça e sentir a dor de outra pessoa. Então, haveria médicos cujo trabalho seria sentir a dor do paciente e dizer: ‘o braço esquerdo dele está quebrado”, explicou Jillette.

O ilusionista contou que desenvolveu, dentro deste universo, uma história sobre um personagem que se vicia em bater em outras pessoas para sentir suas dores. E escreveu um conto.

“Eu tentei publicar em livro e o editor disse: ‘isso é muito sombrio’. Desde então, venho buscando o lugar certo para essa história, que achei muito boa. Tentei escrever uma HQ e me disseram: não. Tentei vender como ideia para um filme e disseram: não. Então, contei tudo isso a Charlie Brooker (criador de Black Mirror) e ele disse: ‘Viciado em dor? Isso é bom”.

“The Pain Addict” não será um episódio solo; fará parte de três histórias interconectadas que irão compor a season finale da quarta temporada, intitulada “Black Museum”.

Jillette contou ainda que não escreveu uma linha sequer dos roteiros de Black Mirror: o próprio Brooker escreveu tudo, introduzindo elementos de “The Pain Addict” no universo que já vinha formulando.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio