The L Word | Elenco e co-criadora sonham com reunião da série

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

The L Word estreou na Showtime em 2004 e seguiu sendo exibida até 2009, após seis temporadas. Porém, o movimento de reunião de séries clássicas chegou ao elenco do programa. Em entrevista à Entertainment Weekly, parte do elenco da série LGBT e a co-criadora Ilene Chaiken revelaram o sonho de ver o retorno do programa, assim como está acontecendo com Arquivo X e Will & Grace, por exemplo.

“Certamente há uma chance. Falamos sobre isso o tempo todo. Quando saímos do ar em 2009, acho que muitas pessoas pensaram: ‘Tudo bem, o bastão passou agora, e haverá muitos shows que retratam a vida lésbica’. Realmente não há nada. Parece que talvez devesse voltar”, argumentou Ilene.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mia Kirshner, que fazia o papel de Jenny, na série, acredita que a série poderia voltar embalada com o novo público que ela está criando. “Outra geração está começando a assistir ao show, e há um buraco em termos da paisagem do que está na televisão e do que somos capazes de fazer. Há tantas outras histórias para dizer que é loucura que esse show não exista”, opinou.

Katherine Moennig (Shane) fez coro à Mia. “E não seria interessante ver onde todos acabamos?”. Já Jennifer Beals comentou sobre a jornada de sua personagem. “Bette tem um caminho, obviamente. Enquanto Leisha Hailey (Alice) citou o momento político conturbado como outra justificativa para a volta de The L Word. “Nosso país está tão polarizado agora e a paisagem política é uma bagunça. Precisamos de shows que sejam sobre comunidade e aceitação”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio