Executivos da Netflix se reuniram nessa segunda-feira (17) com acionistas da empresa e repórteres para discutir os resultados de 2017 até agora.

Enquanto a curva ascendente de clientes continuou firme no ano, a crise criativa da empresa em meio a cancelamentos polêmicos e lançamentos pouco apreciados pela crítica também foi discutida.

“Nosso índice de séries renovadas entre as que lançamos é muito maior do que a das emissoras comuns, é de quase 93%. Às vezes, também falhamos. Temos que continuar correndo riscos”, defendeu Ted Sarandos, chefe de conteúdo da empresa.