Joe Quesada, diretor criativo da Marvel e coprodutor de O Justiceiro e outras séries da empresa, contou aos jornalistas da Comic-Con 2017 porque acha que Jon Bernthal entende o papel do anti-herói melhor que seus antecessores.

“Esse papel é dele. Ele é brutal, mas tem um lado vulnerável. Jon entende isso, há um lado suave e machucado no Justiceiro”, contou. “É isso que faz o personagem tão especial, de verdade”.

O Justiceiro deve estrear ainda no fim do ano na Netflix.