Star Trek: Discovery | Showrunner descarta nudez na série: “Temos que honrar o que a franquia é”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A série Star Trek: Discovery, por ser originalmente um produto para redes de streaming da NBC, não teve problemas com classificação etária. Mas o showrunner Aaron Harberts contou para a Entertainment Weekly os motivos pelos quais a equipe responsável pelo pelo programa optou em não contar com cenas de nudez, o que deverá manter a censura acima dos 13 anos.

“Não estou dizendo que não estamos fazendo coisas violentas ou que tenhamos um pouco de linguagem imprópria”, avisou. “Mas o que é importante para a equipe criativa é o legado do programa – que é passado de mãe para filha, de pai para filho, de irmão para irmão. Queremos ter certeza de que não estamos criando uma série que os fãs não possam compartilhar com suas famílias. Temos que honrar o que a franquia é”, completou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para Harberts não faria sentido colocar nudez em uma série de Star Trek. “Todo escritor fica animado quando começa a trabalhar em uma série para a internet. Ficam loucos com um programa sem classificação etária. Mas aí você olha coisas como: Como a nudez entra em Trek? É, soa estranho. Como um monte de palavrões soa em Trek? Não muito bom”, analisou. “Eu diria que estamos tentando jogar mais em ter um tipo de personagens complicados e confusos que não são necessariamente abraçados na transmissão”.

A série se passará 10 anos antes da missão do Capitão Kirk, funcionando portanto como um prelúdio da original.

O novo seriado será o primeiro de Star Trek a entrar em produção desde o final de Enterprise, em 2005. A estreia acontece no próximo dia 24 de setembro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio