O showrunner original da série The Walking Dead, Frank Darabont, teve seus e-mails direcionados para a AMC divulgados pela primeira vez nesta semana. Os documentos fazem parte de uma batalha legal em curso entre as duas partes. Ele foi demitido do programa alguns anos atrás, mas ainda tenta um processo de danos morais contra a emissora norte-americana no valor de US$ 280 milhões, alegando que ele e sua equipe foram negados de uma parcela de lucros da participação da série de sucesso.

Nos documentos levados ao tribunal, divulgados pela The Hollywood Reporter, revela que o relacionamento entre a AMC e Darabont foi por água abaixo depois que o orçamento para a segunda temporada foi reduzido em 25%. Discordando de algumas demandas da emissora, a relação piorou depois de uma troca de e-mails explosiva por parte do produtor.

“Eu mereço algo melhor que um ataque do coração por causa de pessoas que são muito estúpidas para ler e entender as palavras do meu roteiro. Alguém discorda de mim? Então se junte ao operador de C-cam e vá achar outro trabalho que não envolva f***r deliberadamente meu programa cena por cena”, escreveu em um dos e-mails.


The Walking Dead é exibida no Brasil pelo canal pago Fox. A próxima temporada estreia em outubro deste ano e seu primeiro trailer deve ser divulgado na Comic Con de San Diego, entre 20 e 23 julho.