Netflix tem mais igualdade entre homens e mulheres nas séries do que emissoras tradicionais, aponta estudo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Netflix e seus colegas de TV via streaming (Amazon, Hulu, etc) saíram em vantagem frente às concorrentes mais tradicionais das TVs aberta e fechada americanas em um estudo que analisa igualdade entre homens e mulheres na frente e atrás das câmeras das séries.

Intitulado Boxed In e conduzido por especialistas na San Diego State University, nos EUA, o estudo apontou que 47% das séries de serviços de streaming tinham mulheres em posição de protagonismo, seja ele dividido com um personagem masculino ou não.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Essa porcentagem cai para 43% nas séries de TV aberta (nos EUA: ABC, NBC, Fox, CBS), e para 34% nas séries de TV a cabo (AMC, HBO, FX, Showtime).

“Os serviços de streaming ultrapassaram as emissoras tradicionais na representatividade. É interessante que as emissoras tenham cedido o papel de protagonistas e pioneiras que tinham anteriormente para uma nova mídia”, notou a Dra. Martha Lauzen, que coordenou o estudo.

Atrás das câmeras, os serviços de streaming também empregam mais mulheres. 26% das criadoras de séries da Netflix e suas concorrentes eram mulheres, número que cai para 21% nas TVs aberta e fechada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio