The Walking Dead está entrando em “território desconhecido” com última morte

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

ATENÇÃO: SPOILERS A SEGUIR

O ator Andrew Lincoln aponta para a morte de Carl (Chandler Riggs), anunciada no episódio final de The Walking Dead em 2017, vai servir como um divisor de águas na separação entre a série e os quadrinhos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Isso não só porque, nas HQs, Carl continua vivo – também porque seu papel é fundamental e insubstituível em muitos eventos que virão depois dela na série.

“Quando soube que ia acontecer, percebi que não poderia mais apostar em coisas certas que havia lido nos quadrinhos: ‘Ah, isso aqui vai acontecer em seguida, e depois isso’. Durante oito anos, estivemos fazendo o equilíbrio de uma narrativa que seguia o trilho dos quadrinhos com algumas modificações, inversões, substituições. Agora, estamos em território desconhecido”, conta à EW.

“Isso é bom, eu acho, porque depois de tanto tempo tivemos que nos sacudir e pensa rem uma nova forma de seguir em frente, de seguir contando a nossa história. Eu acho que é um capítulo inesperado para a jornada de Rick, mas também para a jornada do público”, completa.

A oitava temporada de The Walking Dead voltará ao canal AMC em 25 de fevereiro de 2018.

The Walking Dead | Série é renovada para a 9ª temporada

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio