A estrela Ellen Pompeo negou no Twitter a sugestão de um artigo do Deadline que seu aumento de salário foi o motivo pelo qual as atrizes Jessica Capshaw (Dra. Arizona) e Sarah Drew (Dra. April) foram demitidas da série.

“É infeliz que o Deadline esteja tentando jogar mulheres umas contra as outras no Dia Internacional da Mulher”, começou a atriz. “Eu sou uma garota crescida, eles podem me atacar se quiserem”.

“Aos fãs: Por favor, não caiam na armadilha. Isso [a decisão de demitir as atrizes] vai muito além do meu salário”, concluiu.


Saiba mais sobre as saídas do elenco

A showrunner Krista Vernoff também negou a conexão entre as duas coisas. “A sugestão no artigo do Deadline que nossas mudanças de elenco são relacionadas ao salário de Ellen Pompeo é errada e equivocada. Cheira a uma noção velha, quebrada e patriarcal de que as mulheres precisam ser jogadas umas contra as outras, e de que o sucesso de uma vai custar às outras”, escreveu.

“Ellen não só advogou fortemente por suas colegas de trabalho, como tomou seu tempo para educar mulheres ao redor do mundo sobre somo negociar pelo que querem, e isso não pode ser distorcido agora. A decisão de mudar o nosso elenco foi criativa”, continuou.

“A única coisa tão constante em Grey’s Anatomy quanto a presença de Ellen é o nosso gosto por reinvenção. É parte do nosso sucesso, e o que continua fazendo da série algo empolgante para o público. Nos amamos essas atrizes, amamos essas personagens, mas parecia realmente a decisão certa terminar as histórias delas”, concluiu.

Capshaw e Drew sairão da série no fim da 14ª temporada, que ainda tem 10 episódios para exibir – o próximo na quinta (15).