Os criadores de Stranger Things, Matt e Ross Duffer, foram nomeados junto com a Netflix em um processo levantado pelo produtor Charlie Kessler, que acusa a série de plagiar seu curta metragem Montauk (2012).

Stranger Things será nova atração de parque temático da Universal

Os Irmãos Duffer, então, mostraram dois e-mails de 2010, que segundo os criadores, são provas de que a série não é um plágio. Esses e-mails, do mês de novembro, mostram que os Irmãos queriam fazer uma série que brincasse com a realidade e a paranormalidade, com uma estética oitentistas.


Segundo o advogado de Matt e Ross Duffer, “esses documentos provam que Kessler não teve nada a ver com a criação de Stranger Things” e que os Irmãos Duffer “estavam desenvolvendo seu projeto anos antes”.