Na quinta-feira (2), Evangeline Lilly, que viveu a Kate em Lost, relatou que foi coagida a fazer cenas de nudez na série, que mexeram com o seu psicológico. Agora, os criadores da série, J.J. Abrams e Damon Lindelof, pedem desculpas à atriz pelo ocorrido.

“Nossa resposta para os comentários de Evie na imprensa é de imediatamente dizer que sentimentos muito pela experiência que ela detalhou quando trabalhava em Lost. Nós ainda não entramos em contato com ela, mas deixamos nosso mais sincero e profundo sentimento de desculpas. Ninguém deveria sentir-se inseguro no trabalho. Ponto.”, responderam os criadores do seriado em comunicado conjunto para o Page Six.

De acordo com o portal, os produtores do seriado, Jack Bender e Carlton Cuse também assinaram o comunicado, se desculpando com a atriz. Lilly relatou que aconteceram dois episódios durante a produção. O primeiro foi ainda na 3ª temporada.


Lost | Episódio da série é eleito como o melhor do século por site

“Naquela temporada tive uma má experiência no set, na qual tive que fazer uma cena parcialmente nua. Me senti em uma sinuca de bico, totalmente sem escolha se queria ou não fazer. Estava aterrorizada e tremendo muito. Quando tudo terminou, estava chorando e tive que superar isso para fazer uma outra cena muito forte logo após”, contou a atriz.

Já a segunda vez foi no ano seguinte. Mas, depois dessa segunda cena, a famosa pediu para que não precisasse mais tirar a roupa na série.

“Na 4ª temporada, outra cena envolvendo Kate se despir estava no roteiro. Tive que ser muito forte para manter tudo sob controle, mas acabei cedendo novamente. Depois, disse que não aguentava mais e avisei que não ficaria nua para o seriado mais uma vez. Quando finalmente me impus, nunca mais tive que fazer outra dessas cenas”, declarou a estrela.