Publicidade

BBC abraçará “uma geração inteira de histórias femininas” após renovação em Doctor Who, garante diretora do canal

Publicado por Bruno Tomé

11/10/2018 18:16

A renovação em Doctor Who inspirou a BBC. Por causa da escalação de Joddie Whittaker como a nova protagonista da série, a primeira em 50 anos, a emissora se comprometeu a ter mais produções lideradas por mulheres.

Em evento no Steve Hewlett Memorial, a diretora de conteúdo da emissora, Charlotte Moore, divulgou dados interessantes sobre o tema. A BBC dobrou as histórias feitas e protagonizadas por mulheres nos últimos dois anos e prometeu ainda mais.

“45% dos dramas que nós autorizamos nos últimos anos são de escritoras femininas… não é 50/50 ainda, mas é mais do que o dobro que tínhamos no passado”, disse a diretora, que depois adicionou que “estamos começando uma longa jornada para direcionar uma longa falha com a voz feminina através da história”.

A diretora da emissora ainda destacou a importância dessas histórias serem contadas.

Doctor Who | Jodie Whittaker quer participações de Rose, River Song e Daleks na série

“Há toda uma geração de histórias femininas, perspectivas e experiências que estão surgindo. É a nossa responsabilidade fazer com que a geração ouça – e ajude a inspirar a próxima geração”, continuou Charlotte.

Para ilustrar o que queria dizer, a executiva da BBC citou um exemplo que viralizou na internet.

“Eu desafio qualquer um a ver o vídeo da pequena garota esperando para o novo Doutor ser revelado – que teve aquela expressão quando viu que seria uma mulher: ‘A nova Doutora é uma mulher (veja abaixo)’ – para não pensar que não fizemos algo bom e inspirador”, declarou Charlotte.

Dessa maneira, novos projetos devem futuramente ser lançados pela BBC. No momento, a 11ª temporada de Doctor Who é exibida através do Crackle no Brasil.

Publicidade