Ganhador do Oscar por 12 Anos de EscravidãoSteve McQueen não é o maior fã da TV norte-americana da atualidade.

Em entrevista ao Indie Wire, o aclamado diretor indicou que a quantidade está se tornando mais importante que a qualidade, o que é um problema.

As Viúvas | Steve McQueen defende a experiência coletiva do Cinema


“A TV teve seu momento. É uma droga hoje em dia”, criticou. “Houve um momento na década de 90 e início dos anos 2000 em que era incrível. Hoje em dia é só ‘Faça coisas. Precisamos das suas coisas.’ Não sei o que acontece agora, mas a qualidade diminuiu um pouco. Há mais programas, mas menos qualidade.”

Steve McQueen ainda alfinetou Ozark, produção original da Netflix. “Você assiste Breaking Bad, que é incrível, mas então assiste Ozark, que é uma fraude. Há tanto dinheiro, mas tão poucas ideias.”

O próximo longa de Steve McQueen é As Viúvas, história de quatro mulheres sem nada em comum, exceto uma dívida deixada pelas atividades criminosas de seus maridos mortos. Situada na contemporânea Chicago, em meio a um tumulto, as tensões aumentam quando Veronica (Viola Davis), Alice (Elizabeth Debicki), Linda (Michelle Rodriguez) e Belle (Cynthia Erivo) assumem seus destinos em suas próprias mãos e conspiram para forjar um futuro em seus próprios termos.