The Witcher | Showrunner afirma que série se manterá fiel as raízes eslavas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

The Witcher, série da Netflix que será protagonizada por Henry Cavill, foi alvo de polêmica nesta quarta-feira (10) após o anúncio do elenco da atração. Muitos fãs não gostaram dos atores e atrizes selecionados.

Para o The Hollywood Reporter, a showrunner Lauren S. Hissrich tentou acalmar os ânimos, afirmando que The Witcher se manterá fiel as raízes que inspiraram os games, os livros e agora a série.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Uma das coisas mais fortes que eu senti é que as pessoas tem medo que nós vamos tirar as raízes da série fora do contexto cultural de The Witcher, que vamos remover a raiz eslava, algo que os poloneses se orgulham. Isso não poderia estar mais longe da verdade. O que eu sempre quis fazer foi pegar essas histórias eslavas e mostrar para a audiência global”, garantiu a chefe da produção.

The Witcher | Fãs criticam escolha de elenco da série

Liderado por Henry Cavill, o elenco de The Witcher tem até o momento Jodhi May (Game of Thrones) como Rainha Calanthe; Björn Hlynur Haraldsson (Fortitude) como o marido dela, Eist; Adam Levy (Knightfall) como Mousesack; MyAnna Buring como a comandante da academia de magia Aretuza, Tissaia; Mimi Ndiweni e Therica Wilson-Read como Frangilla e Sabrina; Millie Brady como a princesa rebelde Renfri; e Freya Allan (A Guerra dos Mundos) e Anya Chalotra (Wanderlust) como, respectivamente, Ciri e Yennefer.

Para o The Hollywood Reporter, a showrunner também informou que a série está perto de começar a produção. Em suas palavras, The Witcher ainda está “em preparação”.

A obra é baseada nos livros de Andrzej Sapkowski, que também foram adaptados para os muito bem-sucedidos games da CD Projekt RED.

The Witcher tem estreia prevista para 2020.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio