Em uma reviravolta digna da série Black Mirror, a cidade de Pequim vai atribuir notas aos seus cidadãos de acordo com o comportamento. O sistema é semelhante ao apresentado no primeiro episódio da terceira temporada da série, Queda Livre.

Black Mirror | Criador fala sobre conseguir Daniel Kaluuya e Letitia Wright antes da fama para série

A prefeitura da cidade divulgou seu plano no site Bloomberg. Segundo a estratégia, 22 milhões de pessoas devem ser avaliadas até o final de 2020, firmando o ano de 2021 como o da implantação real do programa.


A ideia de atribuir notas para os cidadãos chineses precede Black Mirror. Em 2010, um projeto piloto foi realizado na província de Jiangsu. O cidadão começava o programa com uma quantidade específica de pontos, e a cada falha (como furar fila ou ultrapassar um sinal vermelho), representava um desconto na pontuação.

Projetos como esse deixam de cabelo em pé pessoas que se preocupam com o domínio cada vez mais rápido da tecnologia. Na China, já existe um sistema potente de reconhecimento facial, realizado pelas milhões de câmeras espalhadas pelas áreas mais urbanizadas do país.

Ainda não se sabe quando vai estrear a quinta temporada de Black Mirror. As quatro temporadas já lançadas estão disponíveis na Netflix.