A produtora FreemantleMedia contratou o escritor Neil Gaiman (American Gods) e o roteirista Akiva Goldsman (Uma Mente Brilhante) para adaptar Gormenghast, uma das sagas de fantasia clássicas da literatura para a TV.

Em entrevista para o Deadline, Gaiman, Goldsman e o roteirista Toby Whithouse (Doctor Who) falaram sobre alguns planos para a ambiciosa adaptação para a TV.

“A alegria de tentar descrever Gormenghast para as pessoas é que vão lhe faltar palavras, e é por isso que as pessoas estão tentando filmar Gormenghast desde que Peake escreveu o primeiro livro. A BBC tentou uma vez, mas eles estavam fazendo em uma época onde retratar o impossível nas telas era impossível. O maravilhoso agora é que agora podemos fazer, mostrar e te levar lá. Estamos em um mundo onde você pode colocar o impossível nas telas, e com Gormenghast você não está apenas lidando com o castelo do tamanho de uma cidade, mas também com essas pessoas incrivelmente gloriosas e memoráveis”, explica Gaiman.


“Adaptação em longa forma de narrativa com grande orçamento não existia de verdade até alguns anos atrás, achamos que era garantido, mas veio muito rápido. É a coisa mais incrível que já aconteceu para contadores de histórias. Ainda há coisas que são melhores como filmes do que televisão, com histórias que precisam acabar, um final que define o objeto. Muitas narrativas precisam ser maiores do que 2 horas. Pegar um livro de 500 páginas e transformar em 2 horas é um ato de criatividade por omissão, então a chance de fazer narrativas longas com o mesmo valor de produção é definitivamente onde você vai. Há dois anos atrás isso não existia”, completa Goldsman.

“Essa certamente é uma das opções com as quais estamos brincando, de abordar livro por livro, a cada temporada. Não temos planos concretos no momento, o que é uma alegria dessa parte do processo. Podemos seguir pelo que achamos que é melhor, então se isso significa levar 10 horas para cobrir os primeiros três capítulos do livro, pois vamos sair em tangentes selvagens e malucas, então faremos isso. Tudo está na mesa no momento”, explica Whithouse.

“Ainda não sabemos quantos episódios serão, mas digamos que sejam 10, é muito tempo para preencher, então nós vamos ter que expandir o elenco e explorar esses castelos e distritos estranhos, os Bright Carvers e povo da cozinha, e todos esses lugares que são explorados com de relance nos livros, mas tenho certeza de que nossa narrativa nos levará a esses lugares”, conclui o roteirista.

Neil Gaiman assina acordo para escrever novas séries da Amazon

Enquanto a minissérie da BBC adaptava apenas os dois primeiros livros da trama, a série de Gaiman e Goldsman pretende cobrir toda a história dos moradores do castelo de Gormenghast, incluindo o protagonista Titus, herdeiro do trono.

Ainda não há previsão de estreia. As informações são do Deadline.