Investindo cada vez mais em conteúdo original para plataformas de streaming, a Rede Globo apresentou diversas novidades em seu painel na CCXP de São Paulo. Entre elas, a série de investigação ambiental Aruanas.

Aruanas | Acidente em gravação da série da Globo causa morte

A produção teve cenas gravadas na Amazônia, e acompanha a história de três amigas que formam uma ONG para apurar a ação de uma mineradora na floresta e proteger a biodiversidade da região.


Além das protagonistas globais, Débora Falabella, Leandra Leal e Taís Araújo, a série também conta com um elenco expressivo de moradores locais.

“Levamos uma produção inteira para a Amazônia. A gente teve um elenco inteiro de lá, um elenco indígena incrível. Eu fico muito feliz de estar nesse projeto”, afirmou Falabella.

O trio de protagonistas, personagens femininas fortes e bem construídas, é composto por uma jornalista (Falabella), uma advogada (Araújo) e uma ativista (Leal).

“Elas são apaixonadas pelo trabalho, mas correm risco de vida. Sendo mulheres e ativistas, é um risco redobrado. Ainda mais no país que mais mata ativistas no mundo”, refletiu Leandra Leal.

Foi durante gravações de Aruanas que um membro da equipe de produção morreu em um acidente de barco, em setembro desse ano.

Aruanas estreia exclusivamente no Globoplay em 2019.