SMILF | Frankie Shaw é absolvida pela ABC após ser acusada de má conduta sexual

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A ABC concluiu uma investigação sobre uma acusação de má conduta sexual que Frankie Shaw, criadora e estrela da série SMILF, recebeu há alguns meses, de acordo com a Variety.

O estúdio iniciou a investigação sobre o comportamento de Shaw após ter recebido uma queixa de Samara Weaving, outra atriz do elenco do seriado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Weaving alegou que ficou desconfortável durante a gravação de uma cena de sexo na primeira temporada de SMILF, na qual Frankie Shaw exigiu que ficasse completamente nua, sendo que seu contrato permitia que gravasse as cenas quentes usando roupas íntimas.

Roteiristas estão repensando piadas ofensivas após acusações de assédio em Hollywood

A denúncia desencadeou uma investigação na ABC, onde a série é produzida, que concluiu que não houve nenhum delito por parte de Shaw.

Weaving, no entanto, foi liberada de seu contrato a seu próprio pedido, e não deve retornar ao seriado na possível terceira temporada.

Além desta acusação, Shaw também já foi denunciada por supostas injúrias raciais contra os escritores afro-americanos de SMILF.

A série estreou em maio de 2017.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio