A Fundação Gala-Salvador Dalí, instituição criada para proteger e promover o legado do artista espanhol, busca o controle sobre os direitos de imagens do pintor em obras de ficção.

De acordo com o jornal El País, a organização está preocupada com o uso do rosto de Dalí nas máscaras utilizadas pelos ladrões protagonistas da série La Casa de Papel, especialmente após associação com alguns crimes cometidos.

“Estamos em vias de regularizar os usos do direito de imagem de Salvador Dalí”, afirmou a Fundação ao El País.


La Casa de Papel | Criadores da série revelam segredos sobre a produção

La Casa De Papel tornou-se a série de língua não-inglesa mais assistida quando as Partes 1 e 2 foram lançadas na Netflix em 2018. A série é produzida pela Vancouver Media. Recentemente, o serviço anunciou um contrato de exclusividade com o criador da série, Álex Pina.

Para a terceira temporada, além do criador Álex Pina e do diretor Jesús Colmenar, retornam os atores Úrsula Corberó (Tóquio), Álvaro Morte (O Professor), Jaime Lorente (Denver), Miguel Herrán (Rio), Darko Peric (Helsinque), Alba Flores (Nairóbi), Esther Acebo (Estocolmo), Itziar Ituño (Raquel Murillo), Enrique Arce (Arturo), Kiti Mánver (Mariví), Juan Fernández (Coronel Prieto) e Mario de la Rosa (Suarez).

Ainda não há data de lançamento da terceira parte de La Casa de Papel.