Após o movimento #MeToo e o debate generalizado sobre os problemas de gênero de Hollywood, diversas produções estão apostando no trabalho dos coreógrafos de intimidade para proteger a dignidade dos atores em cenas de nudez e sexo. Em Sex Education, nova série da Netflix, não foi diferente.

Sex Education | Vídeo explica quem são os personagens da nova série da Netflix

A produção protagonizada por Gillian Anderson (Arquivo X) e Asa Butterfield (A Invenção de Hugo Cabret) tem a sexualidade como um de seus temas mais importantes. Em entrevista ao site Digital Spy, parte do elenco da série contou como é o trabalho desse profissional.


“Nas minhas cenas de sexo, nós literalmente tínhamos uma coreografia cronometrada e ensaiada. Você faz tal coisa por sete segundos, depois faz outra. Então é tipo uma dança. É realmente interessante trabalhar desse jeito. Isso automaticamente acaba com todo o medo. Então foi ótimo”, revelou a atriz Emma McKay.

Aimee-Lou Wood também concordou com a necessidade desse tipo de profissional nos sets de qualquer produção.

“Isso deixa tudo mais fácil! É melhor do que se preocupar se algo pareceu real ou não. Nós fazemos primeiro completamente vestidos, então ensaiamos algumas vezes e tudo é muito bem organizado. Com isso, toda a apreensão vai embora. E na verdade é bem divertido”, opina a atriz.

O diretor Ben Taylor elogiou o trabalho da coreógrafa, e revelou que a pesquisa é grande parte da produção das cenas de sexo.

“Ita, a nossa diretora de intimidade foi uma parte essencial da nossa equipe, porque ela virou meio que a mãe dos atores mais jovens. Nós ficávamos vendo vários vídeos de animais fazendo sexo no YouTube. Alguns dos dias de cenas de sexo eram os mais divertidos, porque elas muito ridículos”, conta o diretor.

A série vai seguir um jovem virgem, Otis Thompson (Butterfield), que vive com sua mãe, uma terapeuta sexual (Anderson). Mesmo nunca tendo feito sexo, a especialidade de sua mãe faz de Otis um expert no assunto, sendo consultado por seus colegas com dúvidas sobre a sexualidade humana.

Assim, Otis, se junta com um amigo esperto para criar uma “clínica clandestina” que provem educação sexual para adolescentes. Laurie Nunn, uma roteirista novata, foi quem criou a premissa. Ben Taylor (Catastrophe) é o diretor.

Sex Education estreia na Netflix em 11 de janeiro.