Steven Moffat e Mark Gatiss, os criadores da aclamada série Sherlock, estão se preparando para dar vida a mais um personagem clássico: O Conde Drácula. No entanto, a versão do personagem na série da Netflix vai contar com uma mudança crucial: o vampiro será o herói, e não o vilão da história.

Drácula | Ator de The Crown entra para o elenco da série da Netflix

“Existem muitas coisas desafiadoras sobre o Drácula. Ter um personagem diabólico como protagonista é bem difícil. Acho que esse é o maior desafio. Agora que já lidamos com isso, é só esperar para ver”, afirmou Moffat em entrevista ao programa Radio Times.


Dessa forma, os fãs do vampiro podem esperar um Drácula mais humano, com motivações e justificativas para seus atos macabros.

“Nós fizemos uma promessa, para nós mesmos e para todos da produção. Nós vamos transformar o Drácula no verdadeiro herói da história, ao invés de apenas uma presença obscura”, afirmou Gattis.

A obra será baseada no clássico de Bram Stoker, buscando reintroduzir o personagem no mundo atual. A trama deve se passar na Transilvânia, em 1897. Drácula estará tramando planos contra a Londres Vitoriana.

A produção será mais uma parceria entre BBC e Netflix. Assim que estiver finalizada, a série será transmitida pela plataforma de streaming ao redor do mundo e pela emissora no Reino Unido.

A produção será dirigida e escrita por Steven Moffat e Mark Gatiss, criadores de Sherlock. Claes Bang (Millennium: A Garota na Teia de Aranha) viverá o Drácula.

A minissérie não tem previsão de estreia. A primeira temporada deve contar com apenas três episódios de 90 minutos.