Raio Negro | Presidente da CW diz que produtor da série foi inocentado por acusação de abuso doméstico

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O presidente da CW, Mark Pedowitz, comentou brevemente sobre um processo de abuso doméstico envolvendo o produtor Salim Akil, de Raio Negro, dizendo que uma investigação interna não encontrou nada que poderia culpá-lo.

“Salim obviamente tem um problema pessoal com essa pessoa e está em litígio”, disse Pedowitz no TCA (via Comic Book). “A questão não tem nada a ver com o programa. O elenco, a equipe, eles merecem trabalhar.”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Raio Negro | Série da DC mata importante personagem em novo episódio

Akil foi processado pela atriz Amber Dixon Brenner, com quem teve um relacionamento durante alguns anos.

Brenner o acusou de abuso doméstico e de muitas vezes ter forçado relações sexuais não consensuais.

A segunda temporada de Raio Negro é transmitida pela CW e está em exibição. No Brasil, os episódios são disponibilizados pela Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio