Em uma nova entrevista com a Variety, Kit Harington contou que o tempo entre a morte e ressurreição de Jon Snow em Game of Thrones foi seu “período mais sombrio” na série.

“Não foi uma época muito boa na minha vida”, disse Harington. “Senti que tinha de sentir que era a pessoa mais feliz do mundo, quando, na verdade, me sentia muito vulnerável. Eu tive um tempo instável na minha vida, bem como muitas pessoas com 20 anos.”

Ele acrescentou, explicando que precisou buscar terapia com um profissional: “Eu me senti muito inseguro e não estava falando com ninguém. Precisava me sentir muito grato pelo que eu tenho, mas me senti incrivelmente preocupado se eu poderia até mesmo continuar atuando.”


“Você faz as pessoas gritarem com você na rua, perguntando se está morto. Ao mesmo tempo você tem que manter a aparência. Todas as suas neuroses – e eu sou tão neurótico quanto qualquer ator – são intensificadas com esse nível de foco.”

Game of Thrones | Roteiristas se defendem da maior reclamação sobre a 7ª temporada

A oitava e última temporada de Game of Thrones vai focar na luta final contra o Rei da Noite e seu exército de mortos-vivos. Os episódios serão disponibilizados no Brasil pela emissora e pelo serviço HBO Go simultaneamente à exibição nos Estados Unidos.

A última temporada da série vai contar com seis episódios. Os dois primeiros terão cerca de 60 minutos de duração, já os quatro últimos terão de mais de 80 minutos cada.

Além da oitava temporada, a HBO já está planejando a produção de derivados da série, um deles estrelado por Naomi Watts, ainda sem data de estreia.

A temporada final de Game of Thrones chega na HBO em 14 de abril.