Cuidado! Contém SPOILERS de Game of Thrones!

A oitava e última temporada de Game of Thrones não está agradando todo mundo. The Bells, o penúltimo episódio da série, recebeu a pior crítica da produção, com apenas 50% de aprovação no Rotten Tomatoes.

As maiores críticas acontecem por conta dos destinos de Daenerys e Cersei. A Mãe dos Dragões se transformou na Rainha Louca e a Lannister teve uma morte em um desmoronamento, algo que desagradou muitos espectadores.


Ao The Wrap, Johan Philip Asbæk, intérprete de Euron Greyjoy, defendeu a série de todas as críticas. O famoso vê com bons olhos as discussões do público pela trama.

“A diversidade dos fãs e a paixão que eles têm é admirável, é claro que eles querem tudo. Você quer ter aqueles que dizem, ‘É a melhor série já feita’, e você também terá aqueles que dizem, ‘Eu odeio essa série. Eu quero os livros’. Você não pode satisfazer um bilhão de pessoas, é impossível. Mas, você quer todos comprometidos com a série, mesmo que não gostem. Tem um cara chamado PT Barnum que sempre disse, ‘Não existe imprensa ruim, existe apenas a imprensa'”, explicou o ator.

O ator ainda disse que respeita todas as opiniões. Até por isso, continuará debatendo a história com os fãs nas redes sociais. Por outro lado, pediu que os internautas se controlem com as críticas contra os showrunners, Dan Weiss e David Benioff.

“Eles entregaram sete temporadas de conteúdo admirável e eu diria que eles foram extremamente bem nessa. Mas de novo, você não pode agradar todo mundo”, declarou o famoso.

A oitava e última temporada de Game of Thrones está focando na luta final pelo Trono de Ferro. Os episódios são disponibilizados no Brasil pela emissora e pelo serviço HBO GO simultaneamente à exibição nos Estados Unidos.

Além da oitava e última temporada, a HBO já está planejando a produção de série derivadas de Game of Thrones, uma delas estrelada por Naomi Watts, ainda sem data de estreia.

A temporada final de Game of Thrones está em exibição na HBO.