Cuidado! Pode conter SPOILERS de Game of Thrones!

O final de Game of Thrones segue criticado pelos fãs. Prova é a petição que ultrapassou um milhão de assinaturas.

Para o Deadline, o chefe de programação da HBO Casey Bloys defendeu o final da série. O executivo acredita que cada fã tinha uma vontade, mas que o desfecho estava definido há algum tempo.


“Para falar a verdade, para uma série desse tamanho, com essa repercussão e com uma base de fãs apaixonados, não teria como terminar com todo mundo gostando. Baseado nas reações online, que temos que olhar com certo ceticismo, eles estão divididos e eu acho isso – alguns vão amar, outros vão odiar. Mas, o ponto é que todos são apaixonados pela série”, explicou o executivo.

Escolhas criticadas foram o destino de Daenerys, que morre após virar a Rainha Louca, e a morte de Cersei em um desabamento.

“Eu acho que todos tinham esperanças de onde os personagens iriam. Mas, Dan Weiss e David Benioff (os showrunners) tinham um plano de onde queriam ir há um bom tempo e eles fizeram do jeito que acharam melhor. Eu acho que eles foram espetaculares. Traçaram um grande plano, o que não foi fácil. Você nunca vai deixar todos felizes, mas não acho que eles queriam fazer isso. A fascinação disso, das reações divididas, é o testamento de quantas pessoas estavam engajadas na série”, comemorou o chefe da HBO.

Game of Thrones chegou ao fim após oito temporadas. A HBO prepara agora derivados da série. O primeiro não tem previsão de estreia.