Chuck Lorre diz que Two and a Half Men foi a maior luta de sua carreira

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Chuck Lorre é um dos produtores mais renomados e bem-sucedidos da televisão, e Two and a Half Men foi uma das séries que ajudou a colocar sue nome no mapa.

Em entrevista para o The Hollywood Reporter, Lorre falou sobre como a comédia com Charlie Sheen também foi o maior desafio de sua carreira.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Havia muita resistência quando eu fazia Two and a Half Men. Eles não queriam Jon Cryer. Ele havia participado de vários pilotos que não foram ao ar – ou, se foram, eram cancelados – e ele foi marcado como ‘matador de séries’”, revela Lorre.

“A natureza de Two and a Half Men se tornou, ‘O que podemos fazer?’ Se tornou muito arriscado. De certa forma, isso resultou no que a série era – uma sitcom de quatro câmeras que constantemente enlouquecia os padrões das pessoas em transmissão. Não era feito para chocar, mas sim porque achávamos aquilo engraçado mesmo”, diz o produtor

A série de sucesso terminou após 12 temporadas, em 2015, com Jon Cryer e Ashton Kutcher nos papéis principais.

Mas, tudo porque em 2011, Charlie Sheen, considerado a estrela de Two and a Half Men, brigou com o criador Chuck Lorre e foi expulso da série.

Mais notícias sobre séries, acesse o Observatório de Séries!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio