Jane the Virgin não conseguiu emplacar o seu primeiro derivado, que seria Jane the Novela. Ainda na última semana, a CW anunciou que não seguiria em frente com o projeto.

Nesta quinta, 16, em coletiva de imprensa, o presidente da CW, Mark Pedowitz, explicou o motivo para o derivado da série ser descartado.

“Não tinha a mesma sagacidade e não era divertido”, declarou o executivo, que completando, afirmou que o piloto “simplesmente não tinha o que Jane tinha”.


Mesmo assim, esse não é o fim para a franquia de Jane the Virgin. O presidente da emissora deixou claro que já encomendou outro derivado da série. Resta saber se a criadora, Jennie Urman, seguirá em frente com o pedido.

“Nós somos grandes fãs de Jennie Urman e Gina Rodriguez, temos grande carinho pelo que fizeram. Nessa situação particular, o derivado não foi até onde gostaríamos. Nós contatamos Jennie e avisamos que se ela desejar, estamos interessados em outro derivado de Jane. Está no campo de Jennie agora”, explicou Pedowitz.

Neste ano, Jane the Virgin exibiu a sua quinta e última temporada. Gina Rodriguez, a protagonista, não se pronunciou sobre o projeto cancelado da série derivada.

Mais notícias sobre séries, acesse o Observatório de Séries!