Cuidado! Contém SPOILERS de Game of Thrones!

Após o final de Game of Thrones, exibido na noite de domingo, 19, fãs recuperaram uma publicação da editora Waterstones. Nela, há fotos de uma carta escrita por George R.R. Martin.

Conforme a revelação feita na época, que depois foi excluída, naquelas páginas estavam o final original da série. George R.R. Martin tinha escrito aquela ideia ainda em 1993, mas como foi notado nos livros do autor, ele mesmo modificou o seu plano inicial.


As ideias trazem enormes diferenças na história, que nunca acontecerão na série e possivelmente, nos livros também não. A grande mudança está em quem são os cinco sobreviventes do final da saga, ou de três obras, como era planejado pelo escritor – o que não aconteceu (Game of Thrones já conta com cinco livros).

Daenerys Targaryen, Arya Stark, Jon Snow, Bran Stark e Tyrion Lannister formariam o seleto grupo. Quase aconteceu na série, já que a única morte foi a de Daenerys, assassinada por Jon Snow.

Na ideia original, a trama de Daenerys teria sido bem diferente. Ela assassinaria Khal Drogo e ao encontrar os ovos dos dragões, traçaria um plano para invadir Westeros. O livro final seria uma luta de Daenerys contra os outros reinos.

Além dessa sobrevivência, os personagens que teriam uma estranha relação amorosa seriam Jon Snow e Arya Stark. É citado que a paixão levaria os dois “a uma tormenta”, até que fosse descoberta a verdadeira linha de sangue de Jon Snow – algo que aparece na série e sempre foi mantido por George R.R. Martin.

Vale citar que outra história mantida foi a de Bran. No resumo escrito por George R.R. Martin, o personagem perde o movimento das pernas e se volta para magia.

Voltando às diferenças do que foi planejado e acabou sendo mostrado, Sansa também teria um destino bem diferente. A personagem se casaria com Joffrey, “em uma decisão que ela lastimaria depois”. Mesmo assim, teria um filho do Baratheon. Na série, como se sabe, Joffrey acaba morto após ser envenenado.

Por fim, Jaime Lannister também teria uma trama diferente. George R.R. Martin planejava que o personagem ocupasse o Trono de Ferro após um golpe político contra Joffrey.

Vale lembrar que George R.R. Martin ainda pode usar algumas das ideias originais, como manter Daenerys viva. A série de Game of Thrones não foi baseada em qualquer material do escritor a partir da sexta temporada. Até por isso, a oitava e última foi bastante criticada.

Como se sabe, o criador de Game of Thrones ainda tem obras da série para lançar. Abaixo, estão as páginas das cartas que George R.R. Martin enviou para editora.