Cuidado! Contém SPOILERS de Game of Thrones!

Muitas teorias de Game of Thrones foram desmentidas com o final da série. Apenas uma conseguiu sobreviver e foi quase confirmada. Ela envolve Sam Tarly (John Bradley).

Após a exibição do episódio final da série no domingo, 19, fãs voltaram a afirmar que Sam Tarly é inspirado em Tolkien e repete a jornada de Bilbo ou Frodo, em O Hobbit ou O Senhor dos Anéis, respectivamente. A sugestão foi reforçada com o encerramento de Game of Thrones.


No final, Jon Snow (Kit Harington) mata Daenerys (Emilia Clarke) e Bran (Isaac Hempstead Wright) é nomeado o Rei dos Seis Reinos, uma vez que Sansa (Sophie Turner) lidera o independente Norte. Nessa formação, Sam é apontado como o líder do Conselho de Bran, que traz ainda Tyrion Lannister (Peter Dinklage), Davos (Liam Cunningham), Bronn (Jerome Flynn) e Brienne de Tarth (Gwendoline Christie).

Após essa reunião, Sam decide mostrar o livro As Crônicas de Gelo e Fogo, com as histórias que acontecem após a morte do Rei Robert Baratheon (Mark Addy). Ao que parece, o personagem já vinha escrevendo as histórias, assim como os personagens de Tolkien fazem nas sagas do autor.

Vale lembrar que Sam vem falando sobre o seu livro desde a sexta temporada. Para reforçar a teoria, George R.R. Martin, criador das obras que inspiram a série, disse que se fosse um personagem, seria Sam.

Assim, pode-se imaginar que Sam foi mais importante para história do que foi mostrado. Parece que no futuro, o personagem poderá contar as histórias de Game of Thrones.

A série terminou após oito temporadas, sendo exibida no Brasil pela HBO.