Os Irmãos Duffer, criadores de Stranger Things, não responderão mais por um processo de plágio. O acusador, Charlie Kessler, desistiu da ação e reconheceu que os roteiristas tiveram a ideia da série sozinhos.

A primeira parte do julgamento estava marcada para terça (7). Mas, em comunicado na tarde de domingo (5), Kessler reconheceu que não teve influência na criação de Stranger Things.

Os Irmãos Duffer mostraram conceitos e e-mails, com provas de que começaram o desenvolvimento de Stranger Things em 2010. No processo, Charlie Kessler afirmava que os roteiristas roubaram a sua ideia após uma viagem que o trio fez em 2014.


A ideia de Kessler era sobre uma série chamada Montauk. A trama exploraria lendas urbanas dentro de uma misteriosa base militar dos EUA.

Desde o início do processo, a Netflix e os criadores de Stranger Things respondem que são inocentes e de que a série foi criada a partir de uma ideia original dos Duffer – como foi provado.

O elenco da 3ª temporada de Stranger Things conta com Winona Ryder, David Harbour, Finn Wolfhard, Millie Bobby Brown, Gaten Matarazzo, Caleb McLaughlin, Natalia Dyer, Charlie Heaton, Cara Buono, Noah Schnapp, Sadie Sink, Joe Keery, e Dacre Montgomery.
Os novos integrantes da temporada incluem Cary Elwes, Jake Busey, e Francesca Reale.

Sem detalhes da trama revelados, a 3ª temporada de Stranger Things chega em 4 de julho na Netflix.