Chernobyl é uma das séries mais comentadas dos últimos meses, tendo ultrapassado Game of Thrones em nota no IMDb.

Agora, Stephen King fez um breve comentário sobre a série, comparando o trágico caso do reator russo à administração de Donald Trump como presidente dos EUA.

“É impossível ver Chernobyl sem pensar em Donald Trump; como aqueles responsáveis pelo reator Russo condenado, ele é um homem de inteligência medíocre, responsável por um grande poder — econômico, global — que ele não entende”, disse o autor.


Em 26 de abril de 1986, uma explosão na planta nuclear de Chernobyl ficaria marcada como um dos maiores desastres causados pela ação humana da história. A série mostra equipes que trabalharam para conter a ameaça radioativa.

Stellan Skarshard será Boris Shcherbina, ministro da energia soviético na época; Emily Watson será Ulana Khomyuk, uma cientista que ajuda a conter e investigar o desastre; e Jared Harris será Valery Legasov, líder da mesma investigação.

Craig Mazin (O Caçador e a Rainha do Gelo) escreve a minissérie de cinco episódios. Johan Renck (Distúrbios do Prazer) dirige.

Chernobyl está em exibição na HBO.