Olhos que Condenam: Criadora diz que está “orgulhosa” de levar tragédia a Netflix

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Estreou hoje (31) na Netflix a minissérie Olhos que Condenam, que conta a história de 5 jovens que são injustamente condenados por estupro. Em entrevista ao Digital Spy, a diretora Ava DuVernay (Selma) falou sobre seu orgulho em estar envolvida no projeto.

“Eu pensei, ‘Eu realmente quero fazer Nasce Uma Estrela e todas essas coisas sexy. Eu quero fazer suspense, quero fazer Garota Exemplar’, mas no fim das contas o meu coração sempre me leva pra esse tipo de histórias. São essas histórias que importam pra mim e meu nome está nesses filmes, então eles vão sobreviver mesmo depois que eu morrer […] estou muito orgulhosa de estar envolvida nisso”, disse a diretora.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A diretora também falou sobre a importância do filme para a sociedade.

“O jeito em que esses 5 homens negros superam essa tragédia que os acometeu na juventude realmente fala sobre como os negros do mundo real tem feito para superar suas tragédias como uma cultura e como uma comunidade”, disse a diretora.

Estrelada por Michael K. Williams, Vera Farmiga, John Leguizamo e Felicity Huffman, Olhos que Condenam começa em 1989, quando cinco adolescentes do Harlem foram condenados injustamente pela mídia e depois duas vezes nos tribunais pelo estupro brutal de uma atleta no Parque de Nova York. Somente em 2014, Santana, Antron McCray, Kevin Richardson, Yusef Salaam e Korey Wise tiveram seus nomes finalmente limpos.

Olhos que Condenam está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio